Educação

Alunos da zona rural da rede estadual ficam sem transporte a partir de 2ª



Alunos da zona rural da rede estadual ficam sem transporte a partir de 2ª

Os 788 alunos da zona rural de Fernandópolis que retornaram as aulas nesta semana para o segundo semestre letivo, ficam sem transporte escolar a partir de segunda-feira, 2. O anuncio foi feito neste sábado pelo dirigente regional de Ensino Cândido José dos Santos.

O contrato emergencial firmado no início do ano letivo termina neste domingo, 31, e a Diretoria de Ensino não conseguiu renovar o contrato emergencial, já que a licitação para o transporte que deveria ter sido realizada no dia 7 de julho, foi embargada pelo Tribunal de Contas, que acatou pedido de quatro empresas que contestam os valores definidos pelo Estado.

As empresas alegam elevação dos custos no transporte, principalmente por conta da alta do óleo diesel. O governo está fazendo estudos, porque o problema afeta outras 13 Diretorias de Ensino no Estado.

A suspensão do transporte afetará 788 alunos da zona rural e bairros da cidade que são transportados por 38 ônibus. O dirigente de ensino diz que espera resolver o problema nos próximos dias, mas enquanto o transporte estiver suspenso recomenda que os pais que tiveram condições tragam os filhos para a escola.