Meio Ambiente

Bombeiros capturam cobra de espécie exótica em bairro da zona sul de Fernandópolis



Bombeiros capturam cobra de espécie exótica em bairro da zona sul de Fernandópolis
Foto - Instagram Bombeiros

Uma serpente da espécie Antaresia Stimsoni, conhecida como Piton de Stimson, foi capturada pelos bombeiros de Fernandópolis na noite de segunda-feira, 26, no bairro Antonia Franco, zona sul da cidade. Moradores viram a serpente, após alerta de um cachorro, e acionaram o Corpo de Bombeiros. Foi uma apreensão inédita dessa espécie exótica na cidade.

A píton de Stimson, também chamada de píton de manchas grandes, semelhante a uma jiboia, é anunciada na internet como uma das menores espécies de píton do mundo e um pet exótico ideal para iniciantes, não é venenosa  e considerada dócil.

Segundo postagem dos Bombeiros nas redes sociais a equipe “Prontidão Verde” da Estação de Fernandópolis, capturou uma serpente da espécie Antaresia Stimsoni, que estava em via pública, como pode ser visto nas fotos que acompanharam a postagem. No detalhe da montagem de fotos, aparece a Soldado PM Lidiane com a serpente antes de ser entregue aos cuidados da Polícia Ambiental. O tamanho que ela pode atingir se assemelha a de uma sucuri.

De acordo com especialistas, sendo uma piton, ela pode ter aparecido na natureza em razão de uma soltura inadequada, haja vista ser um animal exótico, ou seja, não faz parte da nossa fauna nativa.

A soltura inadequada desses animais exóticos pode causar um grande desequilíbrio ambiental por não terem predadores naturais, ou seja, não fazem parte da nossa cadeia alimentar. O especialista cita exemplos, como do Javali (Java porco), Pirarucu, abelha africana, caramujo africano, que podem se reproduzir de maneira anormal e transmitir doenças para os animais da nossa fauna.

Segundo o Corpo de Bombeiros o animal foi encaminhado para especialista em São José do Rio Preto que vai definir se, de fato, trata-se de uma piton que tenha uma destinação correta. (Por Samuel Leite - repórter sob supervisão)