Religião

Católicos preparam a celebração da 57º Festa de São Sebastião



Católicos preparam a celebração da 57º Festa de São Sebastião

Lançada em 1965, a Festa de São Sebastião chega a 57ª edição e volta a acontecer este ano. Em 2021, a festa não aconteceu por conta da pandemia da Covid-19. A pandemia não acabou, mas a vacinação em massa da população já permite a retomada da tradição. O evento vai ocorrer com todas as medidas preconizadas pela Saúde: uso de máscara, álcool em gel e distanciamento.

De acordo com o coordenador do evento Carlos Perucchi a retomada da festa este ano já movimenta os devotos de São Sebastião, principalmente a zona rural. Organizada pela Paróquia Santa Rita de Cássia, a programação este ano prevê missa às 8 horas da manhã na Igreja Matriz. As 10 horas está programada a tradicional cavalgada com a participação de cavaleiros e amazonas. A saída será da Praça da Aparecida às 10 horas. O trajeto, segundo Perucchi, será pela Rua Bahia até a Avenida Expedicionários, seguindo pelo centro da cidade até o Trevo da Rodovia, retornando pela Avenida até o Recanto do Tamburi, onde ocorrerá a benção dos animais e distribuição do sal bento. Este ano está prevista a participação da guarda de honra da Cavalaria da Polícia Militar de Rio Preto para fazer a escolta da imagem de São Sebastião durante a cavalgada.

Por conta da pandemia, os organizadores desistiram de realizar o almoço presencial que tradicionalmente reúne de 3 a 4 mil pessoas no Centro Pastoral da Aparecida. Por isso, o almoço será no sistema drive thru para a retirada do kit almoço. Os convites já estão à venda na Secretaria Paroquial e com os coordenadores de grupos da paróquia.

O leilão de gado será no sistema presencial, a partir das 14 horas, no Centro Pastoral da Aparecida. Conhecido tradicionalmente como leilão de gado, Perucchi diz que lá se leiloa de tudo. “Todo tipo de prenda, gado, galinha, móveis, artesanato, que ganhamos a gente coloca no leilão”, diz.

José Henrique de Lucas que é o tesoureiro diz que a renda do evento será destinada a custear as despesas da Paróquia Santa Rita. “Uma paróquia é como uma empresa, tem despesas com funcionários e contas variadas que precisam ser quitadas. Nos últimos dois anos por conta da pandemia, os principais eventos que levantavam recursos para investimentos não aconteceram. Hoje a Paróquia Santa Rita precisa substituir a iluminação da Matriz por refletores de LED, mas por conta da falta de receita decidimos suspender todos os investimentos e focar nas despesas básicas. Vamos ver o resultado desse evento e ver se a gente consegue fazer algum investimento este ano”, afirma. A Paroquia Santa Rita realiza três grandes eventos por ano: a Festa de São Sebastião no último domingo de janeiro, a Festa da Padroeira Santa Rita de Cássia em maio e a Festa da Padroeira do Brasil Nossa Senhora Aparecida em outubro.

A Festa de São Sebastião é muito forte para o pessoal da zona rural. Padre Natalino Araújo da Paróquia Santa Rita, lembra que é atribuída a São Sebastião a proteção dos animais e proteção contra todas as pestes que possam assolar os animais e lavouras.