Esporte

Com complicações da Covid-19, morre apresentador do SporTV



Com complicações da Covid-19, morre apresentador do SporTV

Morreu nesta terça-feira, 28, aos 45 anos, o jornalista, músico e escritor Rodrigo Rodrigues. Ele teve diagnóstico de Covid-19 e estava internado desde o último sábado no Hospital Unimed-Rio, no Rio de Janeiro. Um dos principais apresentadores do SporTV e eventual substituto de Felipe Andreoli no "Globo Esporte", da TV Globo, ele recebeu diagnóstico de Covid-19 na primeira quinzena de julho.

Após sentir-se mal no último sábado, 25, RR, como era chamado, teve complicações devido a uma cirurgia para controlar uma trombose venosa cerebral (TVC) e não resistiu. A confirmação da morte foi anunciada no programa SportTV News, da SporTV, na tarde de hoje.

Rodrigo Rodrigues fez carreira em diversos canais de televisão, como TV Cultura, SBT, ESPN Brasil, Band, Gazeta e Esporte Interativo. No SporTV, ele comandou programas como "Troca de passes", "Redação SporTV", "SporTV News", "Tá na Área" e "Seleção SporTV", além de ancorar o "Globo Esporte" em esquema de plantão aos sábados na TV aberta.

Além do esporte, o jornalista também trabalhou na área cultural, em programas como "Vitrine", da TV Cultura, "5 Discos", da Gazeta, e "Cor de Rosa", do SBT. Ainda lançou livros: "As Aventuras da Blitz", sobre a trajetória rajetória do grupo musical comandado por Evandro Mesquita, e "London London", um guia para conhecer Londres de metrô.

O apresentador de TV também se notabilizou na música. Ele era guitarrista da banda "The Soundtrackers", que toca apenas trilhas sonoras do cinema, e chegou a se apresentar no quadro "Ding Dong", do "Domingão do Faustão". Ele também trabalhou como locutor e apresentador da Rádio Globo em São Paulo.