Geral

INSS adia novamente reabertura de agências para atendimento presencial



INSS adia novamente reabertura de agências para atendimento presencial

O governo adiou pela segunda vez consecutiva a reabertura gradual das agências do INSS - Instituto Nacional do Seguro Social -  que estão fechadas por conta da pandemia do coronavírus. A reabertura estava prevista inicialmente para 13 de julho, mas teve a primeira prorrogação para três de agosto na qual determinava a retomada gradual do atendimento presencial. A nova previsão dada pelo o governo é que o início da reabertura ocorra no dia 24 de agosto.

Dessa forma, fica prorrogado o atendimento por meio dos canais remotos até a sexta-feira, 21 de agosto. O INSS suspendeu o atendimento presencial no final de março como medida de enfrentamento da epidemia do coronavírus. Mesmo após a reabertura, o tempo de funcionamento das agências será parcial, com seis horas contínuas, e o atendimento presencial será restrito exclusivamente para os segurados e beneficiários com prévio agendamento pelos canais remotos (Meu INSS e Central 135) e para os serviços que não possam ser realizados por meio dos canais de atendimento remotos, a exemplo da perícia médica, avaliação social, reabilitação profissional, justificação administrativa e cumprimento de exigências.

Segundo o INSS, antes da reabertura das 1.525 agências da Previdência Social, cada unidade irá avaliar o perfil do quadro de servidores e contratados, o volume de atendimentos realizados, a organização do espaço físico, as medidas de limpeza e os equipamentos de proteção individual e coletiva.

"As unidades que não reunirem as condições necessárias para atender o cidadão de forma segura, continuarão em regime de plantão reduzido. O INSS irá disponibilizar um painel eletrônico contendo informações sobre o funcionamento das agências da Previdência Social, os serviços oferecidos e o horário de funcionamento", diz o órgão em nota.