Geral

Investimentos na malha ferroviária inclui cancelas e viadutos em Fernandópolis



Investimentos na malha ferroviária inclui cancelas e viadutos em Fernandópolis

A região será beneficiada com os investimentos de R$ 6 bilhões que o grupo Rumo Logística, que opera a malha ferroviária paulista, fará nos próximos anos. Em Fernandópolis, por exemplo, estão previstos dois viadutos para transposição da ferrovia.

Enquanto os viadutos não saem do papel, a Rumo Logística, está concluindo a instalação de três cancelas eletrônicas no trecho de Fernandópolis. A empreiteira AJW Medeiros estima concluir a instalação em 10 dias. O início da operacionalização vai ser decidida pela Rumo Logística. A cancela no cruzamento em nível da ferrovia com a rodovia vicinal Carlos Gandolfi, ao lado da Coruripe, já está concluída. Nesta semana, a empresa trabalhava na segunda cancela, na entrada para a Fazenda Biroli. Nos próximos dias deve instalar a cancela no cruzamento com a estrada que dá acesso a Ceagesp e bairro rural do Coqueiro.

As cancelas vão operar eletronicamente. Sensores estão sendo instalados na ferrovia e vão acionar alarme sonoro com a aproximação da composição para, em seguida, fechar a cancela.  A Rumo encaminhou nota ao CIDADÃO explicando a medida:  "A instalação de cancelas em Fernandópolis é uma medida que visa aumentar a segurança nas passagens em nível do município. As cancelas serão mantidas até a conclusão dos viadutos previstos nas obras de contrapartida da renovação da Malha Paulista”. Em toda a região serão instaladas sete cancelas eletrônicas.

Nesta semana, o governador João Doria incluiu o investimento da Rumo Logística, que é uma concessão federal, no pacote de retomada da economia paulista para 2021/22, durante evento que realizou esta semana no Palácio dos Bandeirantes.

O empreendimento será realizado pelo Grupo Rumo Logística e os investimentos vão atender 72 municípios paulistas. Entre as cidades, estão Campinas, Catanduva, Cubatão, Limeira, São Carlos, São José do Rio Preto, Votuporanga e Fernandópolis.

Em Fernandópolis, a Rumo assumiu compromisso para a construção de dois pontilhões no cruzamento da ferrovia com a Rodovia Vicinal Carlos Gandolfi que liga Fernandópolis a São João das Duas Pontes, ao lado do Terminal da Coruripe, e no acesso à Ceagesp e estrada do Coqueiro. Os projetos dos viadutos terão que ser atualizados para se adequar à nova modalidade de transporte com composições com dois andares de contêineres.

 “Com os investimentos e modernização da Malha Paulista, São Paulo volta ao protagonismo como principal eixo de ferrovia do país”, destacou João Alberto Abreu, Presidente da Rumo.

Entre as intervenções previstas na região, destacam-se: Ampliação e implantação de pátios de cruzamento entre Rubinéia e Itirapina; Contorno ferroviário atendendo os municípios de Mirassol, São José do Rio Preto e Cedral. O contorno ferroviário que ficará a 10 km da área central de São José do Rio Preto. Serão feitas 25 obras de artes (5 pontes e 20 viadutos ferroviários; Contorno ferroviário em Catanduva: serão cerca de 18 km de trilhos e um novo pátio; Passarelas, viadutos e pontes (rodoviárias e/ou ferroviárias) em várias cidades paulistas.