Saúde

Médico já admite circulação da variante Ômicron e prevê recorde de contágio



Médico já admite circulação da variante Ômicron e prevê recorde de contágio

Com média diária de 99,7 casos positivos nesta semana, Fernandópolis deve registrar recorde de contágio por Covid-19 nas próximas semanas. A previsão é do médico infectologista Márcio Gaggini em entrevista ao programa Rotativa no Ar da Rádio Difusora FM na quarta-feira, 6.

Segundo o médico, a velocidade de contágio detectada esta semana já indica que a variante Ômicron circula em Fernandópolis. Com quase 100 casos diários, Fernandópolis registra a maior taxa média de contágio da pandemia, com tendência de aumentar. A semana foi de filas no Cadip, UPA e em laboratórios particulares e farmácias que realizam o teste para Covid.

“Infelizmente o que estamos observando na cidade é o que vem ocorrendo na Europa e nos Estados Unidos. Onde a variante chega, apesar da população vacinada, ocorre a escalada de contaminação como estamos assistindo”, disse o médico.

Segundo ele, o que pode tranquilizar é que a nova variante ataca as vias aéreas superiores e apresenta sintomas leves em quem foi vacinado, muitas vezes até assintomático. Até esta sexta-feira não havia registro de casos de internação.  “Mas, não podemos descuidar, porque ela pode levar uma pessoa imunocomprometida a ter complicações e precisar de internação hospitalar. Por isso temos que retomar o uso da máscara, álcool em gel e evitar aglomerações para conter a disseminação do vírus que revelou alta transmissibilidade”, alertou.

Os primeiros boletins epidemiológicos divulgados entre segunda e quinta-feira, revelaram um quadro de contágio acelerado em Fernandópolis. Na quarta-feira, 5, a cidade registrou em 24 horas 154 casos positivos da doença, a segunda pior marca da pandemia, só perde para o dia 17 de junho de 2021, quando foram registrados 188 casos. Desde o início da pandemia em março de 2020, Fernandópolis só ultrapassou a marca de 100 casos de covid em 12 oportunidades. Na quinta-feira, voltou a repetir marca acima de 100 contaminados e o número de casos suspeitos disparou. Atualização - Boletim divulgado nesta sexta-feira, 7, confirmou mais 230 casos positivos de Covid, recorde para um único dia, desde o início da pandemia. O total de casos esta semana subiu para 629. 

EXAMES VACINA

Nesta sexta-feira, a fila para exames no Cadip reunia dezenas de pessoas. Por conta do volume de novos casos, o secretário de Saúde Ivan Veronesi anunciou para a semana que vem a descentralização dos exames, retomando a coleta nas Unidades de Saúde do Jardim Paulista e Rio Grande, além da UPA e Cadip.