Geral

Morre dona Francisca com 108 anos



Morre dona Francisca com 108 anos
Dona Francisca, ao centro, ao lado de cinco gerações da familia

A mulher mais idosa a ser vacinada contra a Covid-19 em Fernandópolis, Francisca Cândida de Paula, de 108 anos, morreu nesta quarta-feira. Ela foi sepultada às 17 horas. 

Dona Francisca foi destaque em reportagem do jornal CIDADÃO em maio, edição dos Dias Mães, como uma das 10 mulheres com mais de 100 anos em Fernandópolis. A reportagem ganhou o título "Mães Centenárias".

Dona Francisca nasceu em 2 de outubro de 1913. Morou em Ouroeste e veio para Fernandópolis. Mãe de oito filhos, quatro já falecidos. Ficou viúva em 1983, com o falecimento do esposo José Cezário. Decidiu seguir a vida ao lado dos filhos, cuidando de netos e bisnetos para que todos pudessem trabalhar. Hoje já tem tataranetos. 

Em fevereiro, dona Francisca foi destaque na imprensa, quando foi uma das pessoas mais idosas do mundo a receber a vacina contra a Covid. A matriarca recebeu a dose do imunizante ao lado da filha Amélia Cândida da Silva, de 90 anos e da neta Francisca Felisbina, que é a cuidadora da avó e da mãe. De uma família simples, dona Francisca, sempre trabalhou na roça, uma vida sofrida relata a bisneta, Silvia Mara Pinheiro De Marchi. 

Ela morreu em casa, ao lado dos familiares. Em mensagem, a bisneta Silvia Mara escreveu: "Sou grata a Deus por permitir que ela vivesse todos esses anos, e que meus filhos tivessem o privilégio de tê-la como tataravó".