Geral

Neto, o craque dos vestibulares, fará Medicina em Ribeirão Preto



Neto, o craque dos vestibulares, fará Medicina em Ribeirão Preto
O estudante José Belucio Neto, de 17 anos, sempre foi um aluno muito acima da média. Seu aproveitamento ao longo dos anos em que estudou no Colégio Anglo de Fernandópolis atestam isso. Os professores endossam.
Com o total apoio dos pais, Mara e Aladim Belucio, Neto definiu bem cedo o seu objetivo: a Medicina. No ano passado, ele prestou vestibular na UEM de Maringá, no Paraná. O resultado foi um festejado primeiro lugar, entre mais de 3 mil concorrentes à vaga em Medicina. Mais: Neto fez a maior média entre os 20.800 estudantes de todas as áreas que prestaram o exame da UEM.
As conquistas prosseguiram este ano: 2º lugar em Marília, 5º lugar na Paulista de Medicina (São Paulo), 2º lugar na Unesp (Botucatu) e aprovação na Unicamp (a classificação ele ainda não sabe).
Neto, porém, tinha um sonho a ser alcançado: a Faculdade de Medicina da USP em Ribeirão Preto. O pai havia lhe falado da Medicina de Pinheiros, em São Paulo, mas o garoto não quer ir para a capital: “não combina com meu ritmo”, diz.
Dito e feito. Neto passou em Ribeirão (também ainda não sabe em qual classificação) e ontem já arrumava as malas para a viagem. Antes, porém, foi à igreja agradecer a Deus, e passou pelo Anglo, onde foi efusivamente saudado pelo mantenedor, Ubaldo Martins, pelos professores e pelos colegas. Emocionado, ele não sentia vontade de sair dos corredores que percorreu durante tantos anos.
Hoje, ele está em Ribeirão Preto, escolhendo um apartamento para morar. Por enquanto, vai viver sozinho.