Polícia

Polícia Federal faz novas apreensões na “Operação Torre Eiffel”



Polícia Federal faz novas apreensões na “Operação Torre Eiffel”
Lanchas são apreendidas em Santa Fé do Sul (Foto: Polícia Federal)

A Polícia Federal de Jales fez nesta quinta-feira, 30, novas apreensões no desdobramento da “Operação Torre Eiffel” deflagrada esta semana com objetivo desarticular organização criminosa que atua no tráfico de drogas e lavagem de dinheiro em várias cidades do interior de SP e cidades de MG e SC. 

Em nota divulgada na manhã de hoje, 1º, a Polícia Federal informou também que todos os presos na operação continuam detidos em centros de detenção.

Nesta quinta-feira, três embarcações foram apreendidas em Santa Fé do Sul, sendo duas lanchas com compartimentos dormitórios suíte e um jetski com valores totais estimados em mais de R$ 1 milhão. A diligência no local da apreensão contou com o apoio da Polícia Militar Ambiental

Entre todas as armas apreendidas, A PF confirmou com o Exército que um dos presos é CAC e que seu acervo de cinco armas foi apreendido na Operação Torre Eiffel. O Exército será oficiado e tomará as medidas cabíveis relacionadas ao CAC do preso e as armas permanecem apreendidas

Três veículos de luxo do líder do grupo, com valores estimados em mais de R$ 1 milhão foram encaminhados da PF em São José do Rio Preto para a PF em Jales, onde permanecerão apreendidos com outros veículos para serem periciados no interesse das investigações:

Uma farta quantidade de documentação e equipamentos eletrônicos entre celulares e computadores foram apreendidos e serão analisados e periciados pelos federais com o objetivo de coletar informações que colaborem com as investigações e eventualmente identifiquem outros envolvidos na organização criminosa atuante no tráfico de drogas e lavagem de dinheiro em investigação.

O nome da operação “Torre Eiffel” é uma alusão ao nome do líder da organização criminosa, que remete à França. (Por Samuel Leite – repórter sob supervisão).