Política

Prazo para convenções abre na 2ª e vai até dia 16



Prazo para convenções abre na 2ª e vai até dia 16

Virtual ou presencial, as convenções partidárias para fechar negociações, montar coligações e definir chapas de candidatos começam a contar prazo a partir de segunda-feira, 31, de acordo com o calendário eleitoral, e se estende até o dia 16 de setembro.
É o início da corrida contra o relógio, mas as negociações devem avançar até a última semana do prazo. 
“Com certeza iremos deixar para o final do período, pois ainda existem possibilidades de acordos”, comentou Avenor Bim do PSD, partido que tem como cacife eleitoral o potencial de voto da ex-prefeita Ana Bim, que administrou a cidade em dois períodos.
Desde o anúncio de que a empresária Cida Pessotto (PP) havia aceito o convite para ser vice na chapa do atual prefeito André Pessuto, com a ressalva de possibilidade de mudança, como havia antecipado CIDADÃO, algumas pedras se mexeram no tabuleiro do xadrez. Na semana que passou, o pré-candidato Renato Colombano anunciou apoio do partido Patriotas à sua candidatura. No início da semana, o MDB, que forma na base de apoio do prefeito, anunciou a filiação partidária de uma integrante da Comissão Provisória do PSDB, Shirley Garcia Bordignon Uliana. Outra movimentação, foi do PT que anunciou que o ex-vereador Zé Horácio continua como pré-candidato a prefeito (leia nesta página). 
As próximas duas semanas serão decisivas na definição do quadro político em Fernandópolis. Por enquanto a cidade continua com cinco pré-candidatos a prefeito: André Pessuto (DEM), Henri Dias (PTB), José Horácio de Andrade (PT), Cabo Santos (Solidariedade) e Renato Colombano (Republicanos). 
Os pré-candidatos a prefeito e a vereador nas Eleições 2020 conhecerão os valores que poderão gastar em suas campanhas até segunda-feira. Esta é data final que a Justiça Eleitoral tem para dar publicidade ao limite de gastos estabelecidos para cada cargo eletivo em disputa.