Política

Prefeitura amplia discussão para fechar projeto do novo Plano Diretor



Prefeitura amplia discussão para fechar projeto do novo Plano Diretor

Em busca de sugestões para fechar o projeto do novo Plano Diretor do Municípios com previsão de votação na Câmara até o final deste ano, a prefeitura realizou nos últimos dias, dois encontros para ampliar o debate. Os encontros foram com os vereadores e integrantes da Associação dos Engenheiros e Arquitetos. 
Em fase final de elaboração, o plano estabelece regras, incentivos e instrumentos que possam fortalecer de maneira ordenada o crescimento de uma cidade e precisa ser aprovado no legislativo. O projeto tem como base o diagnóstico realizado pela Universidade Brasil. 
Nesta semana, os secretários municipais de Planejamento Marcelo Nossa, de Obras João Hashijumie, e o procurador Geral do Município Gerson Januário Júnior, participaram de uma reunião na Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Fernandópolis. O objetivo foi expor detalhes sobre a elaboração do plano e pedir apoio à entidade na finalização do projeto.  Para Marcelo Nossa, a participação da associação será de extrema importância para se chegar a um plano que atenda as necessidades da cidade. 
“Nos reunimos na semana passada com os vereadores e e agora com os engenheiros para ajustar algumas questões que ainda são complexas da nossa legislação”, disse o secretário. 
“O foco é atualizar o plano diretor atual, trazendo de maneira fidedigna o diagnóstico e soluções, traçando diretrizes para os próximos anos”, complementa. 
A proposta do novo Plano Diretor é promover a ordenação dos espaços habitáveis do município e estabelecer uma estratégia de mudança no sentido de obter melhoria de qualidade de vida da comunidade local viabilizando o pleno desenvolvimento das funções sociais do todo (a cidade) e das partes (cada propriedade em particular). 
Para discutir o Plano Diretor, em 2017 o prefeito André Pessuto tirou do papel o ‘Conselho da Cidade’. Já em 2018, o conselho foi efetivado e as discussões foram iniciadas, de forma prática e técnica. O conselho é formado por 12 membros e após a finalização, o projeto será encaminhado para apreciação na Câmara dos Vereadores, com previsão de votação ainda neste final de ano.