Geral

Quando o hobby vira profissão



Quando o hobby  vira profissão
Na foto, a fotógrafa e estudante do curso de direito, Francine Scandiuzi

Sensibilidade, vocação, criatividade, percepção, inspiração, inovação, interatividade e paixão representam as principais caraterísticas de um fotógrafo. E se ele for profissional – dos bons – essa lista é ainda maior. Afinal de contas, fotografar não é simplesmente reproduzir uma cena. E sim, dar vida e significado para ela. 
Com o tempo, a intimidade do profissional deixa de ser uma particularidade apenas com o equipamento e passa a ser parte fundamental entre o profissional e o fotografado. Experiência recém descoberta pela estudante do último semestre do curso de direito e fotógrafa, Francine Scandiuzi, 23 anos. Autora de ensaios fotográficos criativos, ela conta alguns dos seus muitos segredos para alcançar tanto a aproximação com o modelo como o resultado desejado. 

“Eu não sou uma pessoa que tem regras fixas na hora de fotografar. Não digo como a pessoa deve passar o batom ou deixar o cabelo. Deixo a pessoa bem à vontade para escolher o que ela gosta e na hora de fotografar a gente decide o que ficará melhor. Também levo algumas coisas e a gente mistura, procurando fazer com que combine bem com o lugar”, revelou Francine. 
A troca de afinidades e estilos ajudam o fotografado entrar em consenso com o fotógrafo. A cada nova foto, Francine faz questão de mostrar para o modelo e ouvir a opinião dele. E não se trata de não saber o que está fazendo ou de não estar segura o suficiente. Na verdade, essa estratégia ela tem usado para deixar o fotografado bem à vontade e assim, produzir o resultado desejado. 

“Não é apenas tirar uma foto. É um relacionamento. É precisar mostrar o resultado, de como o ensaio está ficando. Depois da foto pronta, eu mando para o cliente com uma edição básica para ele escolher as fotos que gostou e pergunto se quer que eu mude algo na edição. Deixo essas questões abertas para ele poder falar para mim”, destacou. 
Para saber se a técnica adotada tem dado certo ou não, basta olhar em cada uma das expressões captadas pelas fotografias da Francine. A confiança de quem está sendo fotografado é tamanha que aos poucos, as demonstrações vão incorporando a realidade desejada, aproximando cada vez mais uma simples fotografia numa verdadeira obra de arte. 
“O mais difícil é agradar o cliente. Mas se você conseguir ouvi-lo, já o agrada. Faço muito isso. Dou liberdade para ele poder dizer o que gosta ou não”, ressaltou.
Segundo Francine, seja no ângulo perfeito ou na edição profissional, o desafio do fotógrafo é fazer com que a foto pareça perfeita aos olhos do fotografado. Processo que exige do profissional a sensibilidade para entender a expectativa do cliente e as possibilidades que podem ser exploradas para se chegar ao resultado desejado. 
Escutar e dar possibilidades ao cliente é o segredo do sucesso das fotografias de Francine. Apaixonada pelas paisagens naturais, ela aposta na combinação das cores do ambiente, um fator determinante para o sucesso desse processo uma vez que cores e ideias se misturam durante a escolha da fotografia perfeita.

“Geralmente a pessoa me procura e eu pergunto quais são as fotos que gosta e peço para ela me enviar para avaliar qual é o estilo do cliente. Faço as sugestões dos lugares que podem gerar um melhor resultado e deixo escolher. A partir disso, vou mandando algumas ideias como, por exemplo, se o lugar tiver bastante verde sugiro uma roupa vermelha para destacar, se for uma paisagem mais azul como um rio ou algo assim, fica melhor se a pessoa usar uma cor laranja e a gente vai trabalhando isso”, explicou. 
Apesar de jovem e prestes a se formar Direito, Francine Scandiuzi já descobriu que ouvir, dialogar e compartilhar ideias tem sido a tríade de pilares para esse hobby que virou uma profissão que já gerou mais do que resultados positivos: realização profissional e sucesso. 
Um dia, quando se tornar advogada, é bem provável que ela leve consigo essa base para os tribunais fazendo com que seus novos clientes tenham a mesma experiência de confiabilidade e liberdade que agora tem os seus modelos fotografados.
Francine pode ser encontrada nas redes sociais: Instagram (clique aqui) e Facebook (clique aqui) e conheça um pouco mais do trabalho dela.