Meio Ambiente

Retirada de plantas aquáticas da represa é prioridade, diz secretário



Retirada de plantas aquáticas da represa é prioridade, diz secretário

“A prioridade neste momento é a retirada das plantas aquáticas para facilitar o trabalho de dragagem para aprofundamento do leito da represa”, disse nesta semana o secretário do Meio Ambiente Luis Sérgio Vanzela durante visita às obras em andamento. Segundo ele, o trabalho de escavação na parte seca avançou e agora, com a conclusão do canteiro de obras, o foco será na retirada das plantas aquáticas que é o maior problema a ser enfrentado no momento. “Essa é a principal dificuldade, retirar essa massa de plantas que prolifera numa água rica em nutrientes”, destacou.  
O trabalho iniciou com o auxílio de máquina para permitir a movimentação da draga, o que já permitiu na quinta-feira, o trabalho de dragagem ser retomado. Na próxima semana, o trabalho de retirada das plantas será desenvolvido com equipe da Secretária do Meio Ambiente com uso de equipamento de arrasto ligado a um guincho. Apesar das dificuldades impostas pelas chuvas, Vanzela manteve o prazo estimado de 4 meses para concluir essa etapa do processo. Ele anunciou ainda que está investigando o aparecimento de mais sedimento no leito da represa. “Precisamos detectar de onde está vindo para contenção para não atrasar o trabalho”, disse.