Política

Sessão relâmpago abre trabalhos legislativos no segundo semestre



Sessão relâmpago abre trabalhos legislativos no segundo semestre

Uma sessão relâmpago foi realizada pela Câmara nesta terça-feira, 11, marcando a retomada dos trabalhos legislativos após o recesso de julho. A sessão prevista para a abertura no dia 4, foi suspensa após um servidor testar positivo para a Covid-19. Apesar de dois servidores e um vereador (Murilo Jacob) estarem afastados por suspeita do coronavírus, a sessão ocorreu de forma presencial. O presidente Ademir de Almeida chegou a admitir sessão virtual. “Temos projetos para votar e não podemos suspender outra sessão”, disse na sexta-feira.
Os vereadores votaram dois projetos do meio ambiente que estavam na pauta. Um trata da vegetação urbana e o outro é sobre o Plano Municipal de Resíduos Sólidos. O secretário Luis Sérgio Vanzela chegou a ir a Câmara para falar sobre os dois projetos, quando fez demonstração de algumas ações que serão implantadas com a aprovação do Projeto para aplicar o Plano Municipal de Resíduos Sólidos e apresentou uma redução de 30% nos gastos com gerenciamento de resíduos sólidos urbanos e um aumento de 56,7% nas receitas com a reutilização/reciclagem. Os dois projetos foram aprovados. 
Em regime de urgência, os vereadores aprovaram o projeto de abertura de crédito para transferência de R$ 173.174,21 para a Santa Casa e AVCC – Associação de Voluntários no Combate ao Câncer -, equivalente ao percentual de 2% do montante do lucro operacional da Sabesp em Fernandópolis referente ao exercício de 2019. Essa transferência foi inserida na última renovação da concessão da Sabesp em Fernandópolis.