Saúde

Setor de nefrologia da Santa Casa de Fernandópolis recebe investimentos em melhorias



Setor de nefrologia da Santa Casa de Fernandópolis recebe investimentos em melhorias

A Unidade de Nefrologia da Santa Casa de Fernandópolis recebeu investimentos em melhorias com a implementação de uma nova sala de emergências para atender aos pacientes que utilizam os serviços. O espaço para atender intercorrências passou por ampliação da área física e de aumento da capacidade de atendimento simultâneo.

As melhorias, que já estão disponíveis para o uso dos pacientes, fazem parte de um projeto de ampliação e reestruturação realizados pela Santa Casa. As obras foram realizadas com investimento e mão de obra própria, por meio da equipe da Manutenção Hospitalar. Atualmente, cerca de 240 pacientes são atendidos pela unidade que, em 2020, realizou mais de 33 mil sessões de diálise.

Equipada com macas, cilindro de oxigênio, desfibrilador, materiais e medicamentos, a sala é destinada a atender os pacientes que fazem hemodiálise em situações que necessitem de cuidados imediatos. Além disso, o local também será utilizado para os procedimentos de passagens de cateteres centrais.

“A nova sala conta com amplo espaço para atendimento simultâneo de até 2 intercorrências ao mesmo tempo, com relação a sala anterior dobramos o número de leitos para os atendimentos de urgência e emergência. A sala de emergência conta também com o ambiente climatizado para conforto dos nossos pacientes e equipe de atendimento”, afirma o coordenador de enfermagem da Unidade de Nefrologia Heraldo Zago.

“Nós identificamos as necessidades pontuais e temos atuado de forma a melhorar as condições de atendimento aos pacientes e de trabalho da equipe, conseguindo conquistas como essas, que parecem simples, mas fazem diferença em situações extremas, explica o provedor, Marcus Chaer.

HEMODIÁLISE

Hemodiálise é o procedimento que limpa e filtra o sangue através de uma máquina, ou seja, faz o trabalho que um rim doente não é capaz de fazer. O processo faz com que o corpo libere os resíduos prejudiciais à saúde, como o excesso de sal e de líquidos. A hemodiálise também controla a pressão arterial e ajuda o corpo a manter o equilíbrio de substâncias como sódio, potássio, ureia e creatinina. O paciente que faz o uso de diálise realiza três sessões por semana que duram cerca de 3 a 4 horas.