Post Patrocinado

“Tem buracos na minha rua” volta após Carnaval



“Tem buracos na minha rua” volta após Carnaval

Respeitada a pausa de descanso no período de carnaval, a série interativa de CIDADÃO, “Tem buraco na minha rua”, volta a registrar as reclamações de munícipes de todas as regiões da cidade.

 O “Tem buraco na minha rua” é um projeto cujo objetivo é aproximar o cidadão do Poder Público, na busca pela solução de um dos maiores problemas da cidade: as péssimas condições de sua malha viária.

Mais do que apenas falar de buracos, a iniciativa almeja resultados. Todas as reclamações serão imediatamente repassadas aos setores responsáveis. Assim que o problema for solucionado será lhe dado a mesma publicidade.

AVENIDA ALDO LIVORATI

AVENIDA ALDO LIVORATI

A Avenida Aldo Livorati, na região do CDH/CAIC está em péssimas condições. A imagem, na altura do número 3470, deixa isso evidente.

RUA MANOEL DIOGO CORADO

RUA MANOEL DIOGO CORADO

No Ana Luiza a buraqueira também é generalizada. A Rua Manoel Diogo Corado, nas proximidades da igreja Congregação do Brasil, está nessa situação.

RUA DAS VIOLETAS

Image alt Image alt

A zona Norte da cidade é uma das mais castigadas pelos buracos. No Jardim Paraíso a rua das Violetas está precária. O registro é na altura do número 905.

RUA DOS LÍRIOS

RUA DOS LÍRIOS

Ainda no Paraíso a rua dos Lírios é outra em péssimas condições. Nas proximidades do número 840 a situação é essa.

RUA TASSO DE AMARAL BOTELHO

Image alt Image alt

Para finalizar no Jardim Paraíso também há registros da Rua Tasso de Amaral Botelho. Nela ainda há trechos sem asfalto e há tempos não recebe manutenção.

OUTRO LADO

Todos os registros serão encaminhados para a Ouvidoria Municipal de forma individual. Se o problema for solucionado a mesma publicidade lhe será concedida.

Participe

Os munícipes poderão mandar as imagens por meio de nossa Página no Facebook, Instagram ou no grupo do Jornal CIDADÃO no WhatsApp. Mas ATENÇÃO, é preciso enviar a foto/vídeo e o endereço (nome da rua, bairro e número próximo) para que a reclamação seja de fato registrada.

Todas as reclamações serão divulgadas diariamente em nosso site e as que não forem resolvidas até cada sexta-feira também irão para nossa edição impressa.