BASTIDORES

BASTIDORES



O FOCO...
político neste final de semana se volta para a prévia do PSDB que vai definir quem será o candidato do partido à Presidência da República em 2022. Disputam a prévia o governador de São Paulo, João Doria, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio.
CHAMA...
atenção a baixíssima adesão dos filiados em Fernandópolis, na região, no Estado e em todo o Brasil. Por aqui, apenas 34 dos 425 filiados baixaram o aplicativo para participar da decisão via celular. Isso representa 8% dos tucanos. A pergunta que se faz é: E os outros 92% dos filiados? Por que não se habilitaram para a votação?
O NÚMERO...
por óbvio, frustrou a presidente local do PSDB, a ex-vereadora Maiza Rio, que acreditava em uma adesão maior. Maiza até buscou uma explicação para a baixa adesão alegando o fato de que a maioria dos filiados em Fernandópolis são pessoas de mais idade, tucanos antigos, e a votação exige baixar aplicativo e fazer cadastramento. Será?
O ÚNICO...
tucano de Fernandópolis a votar presencialmente na prévia será o vice-prefeito Artur Silveira que confirmou à coluna que estará em Brasília neste domingo. “É um momento histórico, pois temos três pré-candidatos a Presidente da República, todos com histórico no PSDB e grandes gestores públicos”, escreveu em mensagem de WatsApp.
O TUCANO...
escolhido na batalha presidencial sairá da votação de 44.700 filiados em todo o Brasil. Detalhe: 62% dos filiados são de São Paulo, o que levou o presidente estadual do PSDB, Marcos Vinholi, a disparar mensagem destacando esse número, sugerindo eventual vantagem do governador João Dória na peleja.  
RACHA...
no ninho tucano é evidente e já se olha para o cenário pós prévia, o que pode atrapalhar a campanha presidencial em 2022, independente de quem seja o escolhido. O acirramento entre Doria e Leite chegou ao nível de se prever que, após a batalha, não sobrará ponte para aproximar vencedor e vencido. 
O DESCONFORTO...
no PSDB em Fernandópolis é um caso à parte e pode ser comparado, como diz velho ditado popular, a um braseiro sob as cinzas. Ainda tem tucano ressentido com a forma como se deu a intervenção estadual no diretório. A eleição de Artur Silveira como vice-prefeito na chapa de André Pessuto, apenas amainou a realidade. 
REORGANIZAR...
o ninho tucano, órfão de liderança desde Armando Farinazzo, é o objetivo do vice-prefeito pós prévia, resumido nesta frase. “Vença quem vencer, o PSDB local será reorganizado e reestruturado”.  Silveira indica que quer ocupar esse vácuo no partido, no processo de reconstrução de sua história, isso sem perder de vista 2024.

Equipe A.C.G

  • BASTIDORES

    BASTIDORES

    FOI... o tempo em que os postes da antiga Cesp, que comportavam apenas as redes de energia elétrica e a de...
  • BASTIDORES

    BASTIDORES

    A CÃMARA... decidiu mexer na polêmica do teto salarial no serviço público que é...
  • BASTIDORES

    BASTIDORES

    QUASE... 80% dos fernandopolenses já completaram o ciclo de duas doses da vacina contra a Covid-19,...
  • BASTIDORES

    BASTIDORES

    UM DIA... histórico para a política local. Foi assim que o jornal A Cidade de Votuporanga anunciou a...