BASTIDORES

BASTIDORES: Benditas



BENDITAS...

renovações de concessões de grande porte. Quando elas acontecem, as cidades ganham e os prefeitos conseguem viabilizar obras  que, com recursos próprios, estariam fora  de cogitações.

TAMBÉM...

aquelas obras de médio porte consomem cobranças e muito tempo, até que o município tenha condições de realizá-las, sempre com muito sacrifício, e na maioria das vezes bancadas através de financiamentos longos e caros.

NA...

renovação do contrato da Sabesp, a Câmara de Fernandópolis “arrancou” recursos que foram destinados à construção de duas avenidas: Getúlio Vargas e Raul Gonçalves Junior, essa última até hoje incompleta. É provável que só se complete quando ocorrer a próxima renovação contratual com a Sabesp.

TEMOS...

no momento a boa notícia de que graças ao contrato de concessão da União com a Rumo Logística, Fernandópolis será contemplada com dois pontilhões sobre a linha férrea: no cruzamento da ferrovia com a Rodovia Vicinal Carlos Gandolfi que liga Fernandópolis com São João das Duas Pontes, ao lado do Terminal da Coruripe, e no acesso à Ceagesp e estrada do Coqueiro.

DE... 

repente como num passe de mágica, os gargalos, verdadeiros obstáculos à expansão da cidade, além da linha de ferro, encontram solução que agora cai no colo do prefeito André Psssuto. Primeiro foi o pontilhão construído pela iniciativa privada nas proximidades da antiga estação ferroviária, e agora os dois pontilhões da Rumo. Custo zero para Fernandópolis.

TAMBÉM...

quem não pode reclamar é o prefeito Edinho Araújo. Caminhando para o final de seu terceiro mandato no comando da “capital” São José do Rio Preto, o respeitado e competente político está prestes a ver vencido um dos maiores desafios de todas as administrações que o antecederam: a retirada da linha férrea que corta a cidade por longa extensão.

O CONTRATO...

que renovou a concessão da malha ferroviária paulista, obriga a empresa Rumo a investir cerca de R$ 6 bilhões na alteração de traçado da ferrovia, cujo contorno ferroviário entre São José do Rio Preto, Cedral e Mirassol, vai beneficiar diretamente Rio Preto e mais 40 cidades. Está aberta, assim, a possibilidade de se tirar do coração da cidade as composições de cargas com até cem vagões.

PARA...

coroar a exitosa administração, o jornal Diário da Região publicou na quarta-feira: “Duplicação da BR-153 em Rio Preto está 75% pronta”. Trata-se de uma das grandes obras rodoviárias em andamento no Brasil, apesar da crise provocada pelo coronavírus.

Alencar Cesar Scandiuzi