BASTIDORES

BASTIDORES - O trem



O TREM...
saiu dos versos e rimas dos poemas dos tempos de outrora para uma polêmica que foi parar nos tribunais. Do apito bucólico da Maria Fumaça a buzina estridente que quebra o silêncio da madrugada, os moradores às margens da ferrovia paulista, estão em pé de guerra contra o buzinaço dos trens.
O ASSUNTO...
é tão sério que a Justiça Federal de Jales, no início deste mês condenou as concessionárias Rumo e Rumo Malha Paulista a pagarem multa de R$ 2 milhões devido ao acionamento de buzinas durante a madrugada por trens que atravessam as áreas urbanas de Jales e outros municípios do noroeste paulista atendendo representação do Ministério Público Federal.
RIO PRETO...
chegou a aprovar projeto em 2015 para proibir a buzina  das 22 h às 6 h, prevendo multa em caso de descumprimento no valor de R$ 18,8 mil. Em vão. As queixas aumentaram tanto que o vereador Celso Peixão (MDB) protocolou esta semana nova representação contra o barulho provocado pela buzina que, segundo ele, está exagerado.
A BUZINA...
do trem, não está no topo das reclamações dos fernandopolenses. Esta semana, no programa Rotativa no Ar da Rádio Difusora, na abordagem do tema, moradores opinaram que, pior do que a buzina do trem, são as motos com escapamentos abertos que tornaram as noites e madrugadas infernais. Além do barulho dos escapamentos, há que se destacar o abuso da propaganda volante. Desprezo ao horário permitido e aos decibéis. Quem fiscaliza?
DOIS...
fernandopolenses, Marinho Pereira e Silva e Valney Batista lembraram que foi a cidade quem chegou até a ferrovia. “O trem já estava ali há 50, 60 anos”, disse Batista. Marinho lembrou que estrada de ferro veio para trazer desenvolvimento à região e as cidades foram crescendo ao longo da ferrovia que hoje está no meio das urbes. Afasta-se a ferrovia e logo encosta de novo. E segue assim, anota Marinho.
A BUZINA...
incomoda muita gente tanto que a lista de cidades reclamando só aumenta. A prefeitura de Americana, por exemplo, chegou a fazer medições do ruído provocado pela buzina e aferiu que os avisos sonoros emitidos pelas locomotivas podem atingir até 149 decibéis. Estudos médicos indicam que o ouvido humano pode suportar até 80 decibéis. Acima disso há risco de lesão no aparelho auditivo.
A RUMO...
Logística, na renovação da concessão, já assumiu compromisso para resolver esses problemas que exigem o acionamento da buzina de alerta. Em Rio Preto, vai tirar a ferrovia do centro da cidade. Em Fernandópolis, já protocolou os projetos para construção de dois viadutos. Com a cidade “pulando” a ferrovia, a iniciativa privada também investe em viadutos.
MAS...
obras desse porte não saem do papel da noite para o dia. E a tendência é o problema se agravar muito antes da solução chegar. A ferrovia Norte-Sul que se interliga a Malha Paulista em Estrela D´Oeste está em fase de testes com a circulação dos primeiros trens e logo vai iniciar a operação oficial. Mais trens circulando a partir de Fernandópolis até o porto de Santos. Por consequência, o buzinaço vai aumentar... Haja ouvidos...

 

Equipe A.C.G

  • BASTIDORES

    BASTIDORES

    FOI... o tempo em que os postes da antiga Cesp, que comportavam apenas as redes de energia elétrica e a de...
  • BASTIDORES

    BASTIDORES

    O FOCO... político neste final de semana se volta para a prévia do PSDB que vai definir quem será...
  • BASTIDORES

    BASTIDORES

    A CÃMARA... decidiu mexer na polêmica do teto salarial no serviço público que é...
  • BASTIDORES

    BASTIDORES

    QUASE... 80% dos fernandopolenses já completaram o ciclo de duas doses da vacina contra a Covid-19,...