Boa de Garfo

Comfort food: a comida que abraça é uma das principais tendências da gastronomia



Comfort food: a comida  que abraça é uma das principais tendências da gastronomia

A comida, além de nutrir nosso organismo, é capaz de provocar sensações de conforto, bem-estar e, até mesmo, resgatar uma memória afetiva. Assim surgiu o termo ‘comfort food’ ou comida confortável. Em geral elas fazem referência aos sabores que ativam sensações de prazer e segurança. Geralmente são pratos de preparo simples, vinculados a alguém ou algum momento especial.
Sabe aquele frango assado com batata que lembra os almoços de domingo em família? E o cheirinho de bolo saindo do forno da casa da vó? E a lasanha bolonhesa da sua mãe? E o churrasco do seu pai? Olha!!!! Se tem uma coisa que me traz boas lembranças são as comidas.

Seguindo esse viés, chefs de todo o mundo trataram de incluir em seus menus pratos que tragam essas lembranças afetivas e que, de alguma forma, proporcione conforto, prazer e bem estar. Um exemplo bem popular é do chef Henrique Fogaça, jurado do Masterchef Brasil, com a sua polenta cremosa com ragu de sobrepaleta suína, que se tornou um clássico do comfort food.

Aqui em Fernandópolis é possível encontrar essa comida que abraça com muita facilidade, até mesmo pelas nossa cultura. Porém, uma comfort food que realmente abrace e nos traga memórias afetivas são poucas. O frango assado de domingo, por exemplo, é bem fácil encontrar nos açougues de toda a cidade, porém, se você deseja ‘O’ frango assado precisa acordar bem cedo, senão vai enfrentar a mega fila que se forma em frente à Casa de Carnes Confiança, que na minha opinião, tem o melhor da cidade!

Agora se o seu desejo é de uma lasanha bolonhesa daquelas bem recheadas e suculentas, minha sugestão é o Di Tanto. Aliás, todas as massas deles são incríveis, mas a lasanha ganhou meu coração todinho. Eles fecharam a loja do shopping, mas atendem por delivery ou retirada. E olha, chega bemmm quentinho em casa, viu!!

Um lugar que considero totalmente comfort food aqui é o Empório Mineiro, que fica na praça de alimentação do Shopping Center Fernandópolis. O buffet deles é recheado de comidas que, literalmente, remete a aconchego de casa de mãe, vó, férias na fazenda. Enfim, tem frango assado, carne de porco, feijão gordo, milho refogado, purê de batata, quiabo, e até um bife acebolado frito na hora. Confesso que é um dos meus restaurantes preferidos aqui em Fernandópolis.
Eita que hoje eu tô escrevendo e salivando aqui, viu! Se você, assim como eu, gosta de cozinhar e inventar moda na cozinha, vou deixar a sugestão de um ragu de costela que pode ser servido com polenta ou com uma bela massa.

Ragu de costela

Ragu de costela

Ingredientes

   500g de costela bovina limpa, em pedaços
   2 dentes de alho
   1 cebola picada
   1 folha de louro
   4 tomates maduros sem pele e sem sementes, picados
   1/2 xícara (chá) de polpa de tomate
   Salsa picada a gosto.

Modo de preparo
Em uma panela de pressão aqueça o óleo e doure a carne. Acrescente o alho e a cebola e refogue.
Junte o louro, acrescente os temperos de sua preferência e adicione meio litro de água fervente.
Tampe a panela e cozinhe em fogo baixo, por cerca de 30 minutos após pegar pressão ou até que esteja macio.
Desfie a carne e retorne ela para a panela junto com os tomates e a polpa de tomate.
Deixe cozinhar por cerca de 20 minutos ou até o reduzir o molho.
Salpique salsa por cima.

Boa de Garfo