Direto da Redação

Direto da Redação - DER mantém para janeiro início das obras na Percy Semeghini



Direto da Redação - DER mantém para janeiro início das obras na Percy Semeghini

O DER – Departamento de Estradas de Rodagem – confirmou por meio de nota o andamento das concorrências para recuperação de duas estradas na região de Fernandópolis: a Vicinal Carlos Gandolfi e a Rodovia Percy Waldir Semeghini (SP-543). 
O projeto que está mais adiantado e com previsão de começar as obras ainda este mês é o da Vicinal Carlos Gandolfi, que liga Fernandópolis a São João das Duas Pontes, que integra o pacote do ‘Programa Novas Vicinais’, com investimento estimado em R$ 10 milhões. Em nota o DER informou que “já foi emitida nota de serviço com previsão para início das obras ainda este mês de dezembro”.
A concorrência da Rodovia Percy Waldir Semeghini, com orçamento de R$ 54.216.592,01 para serviços de conservação especial e reabilitação da sinalização horizontal da rodovia SP 543 (Rodovia Percy Waldir Semeghini), do km 553+930 ao km 607+325, com extensão de 53,395 km, nos municípios de Fernandópolis, Guarani D'Oeste e Ouroeste, está mais complicada. Mesmo assim o DER mantém para janeiro a previsão do início das obras.
“A SP-543 está contemplada no programa Estrada Asfaltada. O edital está em andamento e a obra está prevista para começar em janeiro/22”, confirma a nota do DER. 
Tem ainda a concorrência dos radares da Rodovia Euclides da Cunha que chegou a ser aberta, mas na véspera da abertura das propostas em outubro, o DER decidiu suspender o processo após impugnação. Diz o órgão que trabalha neste momento na licitação para a contratação de novos equipamentos, sem contudo, fixar prazo para abertura das propostas. Ou seja, fica para 2022.

Bate pronto


  VISITA SURPRESA – O secretário Estadual da Educação Rossiele Soares passou por Fernandópolis na quinta-feira, 2, quase no anonimato. Ele veio entregar prêmios a educadores e estudantes e foi recebido na Escola Afonso Cáfaro. Como a visita foi de última hora, houve conflito de agenda, mas o secretário conversou ao prefeito André Pessuto e fez compromisso de retornar a Fernandópolis para uma visita oficial, que pode ocorrer ainda este mês, para fazer grandes anúncios na área da educação.

  NOTA – Na segunda-feira, 29, como prometido, o Tribunal de Contas do Estado divulgou o Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEG-M) de 2021 que apontou que 299 das 644 Prefeituras fiscalizadas pelo TCE obtiveram classificação geral C, a pior do indicador, equivalente a Executivos com ‘baixo nível de adequação’.  Fato inédito desde que o índice foi criado. A desculpa é pandemia da Covid-19. Fernandópolis ficou estacionada com a letra C+ (em fase de adequação), posição de 2019. Rio Preto e Votuporanga que estavam com B+ caíram para B. Salto deu Indiaporã que melhorou a nota. Foi para B+.

FOTO DA SEMANA

FOTO DA SEMANA

Crianças se encantam com a infinidade de livros que a rede municipal de educação distribuiu esta semana para as escolas. Foram 7 mil livros para as escolas de ensino infantil; 4.444 para as de ensino fundamental I e 366 para a escola de ensino fundamental II. “Trabalhamos muito para que a Educação do nosso município seja referência, para que todos nossos alunos tenham excelentes condições de aprendizagem em um ambiente agradável e com grandes profissionais”, comemorou o secretário Carlos Cabral durante a entrega ao lado do prefeito André Pessuto e do presidente da Câmara Gustavo Pinato e vereadores. Mais vem por aí...

Positivo

A Secretaria do Meio Ambiente divulgou balanço dos resíduos descartados de forma regular pela população neste ano, ou seja, direto no PEV, ao lado da antiga Estação da Fepasa. No local foram recebidos 8.600kg de sofás, 50m³ de pneus, 10m³ de colchões, 13.200 kg de madeiras, 30m³ de aparelhos eletrônicos ‘principalmente TV’, 2.580 kg de lixo de descarte geral, 2.830 kg de animais mortos. Essa é ação de fernandopolenses consciente de sua responsabilidade para com o meio ambiente. Infelizmente, ainda tem gente que prefere emporcalhar a cidade.

Negativo

Números de estatística policial nunca são positivos, até quando registram queda. Os últimos números divulgados pela Secretaria Estadual da Segurança Pública mostram que Fernandópolis registrou alta em alguns índices importantes. O número de mortos no trânsito de janeiro a outubro passou de 5 em 2020 para 8 este ano. Já os acidentes de trânsito com vítima registraram queda: 228 este ano contra 270 no ano passado. Roubos caíram de 27 para 22. Já os furtos aumentaram de 363 para 388. Casos de estupros em alta, de 18 casos em 2020 para 22 este ano.

Claudemir Cabreira

Jornalista.