Direto da Redação

Direto da Redação: Desassoreamento da represa tem deságio de 65%



Direto da Redação: Desassoreamento da represa tem deságio de 65%

Onze empresas disputaram a licitação para desassoreamento da represa da Avenida Augusto Cavalin. A expectativa do secretário do Meio Ambiente Luis Sérgio Vanzela é que, superada a parte burocrática de assinatura dos contratos e ordem de serviço e montagem do canteiro de obras, o trabalho das empresas vencedoras inicie ainda neste mês de julho. A obra será executada com deságio de 65%.  
A represa “Beira Rio”, como é denominada data dos anos 70 quando apresentava um espelho d’água de quase 4,76 hectares (47.600 m²), sendo atrativo de pesca e lazer para a população fernandopolense.
Mas ao longo dos anos, com a urbanização e má conservação do solo nas áreas rurais a montante da represa, ela foi assoreando atingindo os seus atuais 1,18 hectares (11.800 m²), resultando em degradação desse importante elemento natural e paisagístico municipal.
Em função dessa degradação a Prefeitura, desde 2011, está sob dois processos no Ministério Público para executar medidas preventivas e corretivas dessa situação. Dessa forma em 2019, em trabalho conjunto com o Ministério Público, viabilizou-se os recursos do Fundo Municipal de Meio Ambiente para essa finalidade. 
Com os recursos disponíveis, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente iniciou os projetos, o licenciamento ambiental e o processo de licitação para a locação de caminhões, escavadeira e draga. 
Na quarta-feira, 1º de julho, foi realizada a licitação para a locação das máquinas, em que o processo foi finalizado com sucesso, com a participação de 11 empresas concorrentes, em que três empresas venceram, cada um com um lote diferente dos equipamentos (caminhões, escavadeira e draga). A recuperação do espelho original da represa exigirá a retirada de 60 milhões de litros de sedimentos, sendo 40 milhões de litros por escavação e 20 milhões de litros por dragagem.
O investimento total no serviço estava cotado em R$ 1,5 milhão. Entretanto, como todo o processo de projetos, licenciamento e coordenação foram elaborados pela Secretaria de Meio Ambiente, o serviço será executado com o valor de R$ 521 mil reais (economia de 65,2%).

Bate Pronto

VEREADORES CASSADOS – Às vésperas das eleições, dois vereadores de Pedranópolis tiveram os mandatos cassados pelos seus pares nesta semana. Evanir Romano Vicente de Lima e Luiz Reginaldo Savoine, perderam os mandatos sob acusação de aditamento de contrato jurídico entre 2015 e 2018, tempo em que ocuparam a presidência da Câmara, causando prejuízos aos cofres públicos. Os vereadores já anunciaram que vão à Justiça para terem de volta seus cargos no Legislativo.

ROBÔ ALICE - A partir deste mês, uma nova ferramenta de tecnologia passará a auxiliar o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo na busca por irregularidades em licitações de modo a aprimorar as contratações públicas no território paulista. O Sistema Análise de Licitações e Editais – batizado de robô Alice – identificará, por meio de análises automatizadas inteligentes, os editais de licitações que possam ter eventuais inconsistências ou irregularidades. O robô Alice já está operando desde o dia 1º. Quando uma licitação for embargada os prefeitos já tem em quem colocar a culpa: na Alice.

CONTAS APROVADAS -  O prefeito André Pessuto respirou aliviado nesta semana ao ser informado que o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo aprovou as contas 2018 de sua gestão. A fiscalização foi realizada pela Unidade Regional de São José do Rio Preto/UR-08. De acordo com o Tribunal de Contas, não havia irregularidades para resultar na rejeição dos documentos apresentados pela Prefeitura de Fernandópolis. Em nota, o prefeito disse que “é reflexo de um trabalho transparente e responsabilidade fiscal”.
 

FOTO DA SEMANA

FOTO DA SEMANA

A solidariedade que contagia. Com a grande quantidade de alimentos recebidos, a Santa Casa Fernandópolis expandiu as medidas de controle de estoque, para manter a qualidade e preservação dos alimentos recebidos por meio das “lives” solidárias e doações individuais. No Serviço de Nutrição e Dietética (SND), uma colaboradora analisa a validade de todos os itens recebidos, organizando-os em conformidade com o tipo de item e a proximidade do vencimento, para que os alimentos com vencimento mais próximo sejam os primeiros a serem consumidos. Segundo a coordenadora do SND, a nutricionista Rubiana Lobreghat, esse cuidado, além de atender as normas sanitárias, também otimiza a utilização dos produtos. Desde o início da pandemia da Covid-19, a Santa Casa Fernandópolis já recebeu cerca de 10 toneladas de alimentos não perecíveis. Em média, são utilizadas 4,5 toneladas de alimentos por mês.

POSITIVO

A Etec de Fernandópolis “Prof. Armando Farinazzo”, está na corrente de solidariedade do Centro Paula Souza com o desafio de arrecadar computadores, tablets, notebooks e celulares para serem doados aos alunos que tem dificuldade de acompanhar as aulas online, durante o período de isolamento social por falta de um dispositivo eletrônico. Podem ser doados aparelhos em funcionamento ou que necessitem de algum tipo de reparo. A entrega deve ser feita na Etec em Fernandópolis, bastando confirmar a data e horário de entrega pelo WhatsApp (17) 99612-7627. 

NEGATIVO

Em meio a pandemia do coronavírus, com os casos de contaminados e óbitos em ascensão em Fernandópolis, mais um apelo do Hemocentro pelos doadores de sangue. “Precisamos urgente de todos os tipos de sangue. Estamos com estoque em estado crítico”. A situação é nacional e coloca o sistema de saúde em alerta máximo. Pessoas podem morrer por falta de sangue, alertou recentemente a médica Brigida do Amaral Botelho Prudêncio. O Hemocentro agenda doações pelos telefones 3442-5544 e 98165-0067. Apesar da pandemia, a doação de sangue é absolutamente segura.

Claudemir Cabreira

Jornalista.