Boa de Garfo

Salada não é comida de dieta!



Salada não é comida de dieta!

Você é do time dos amantes de salada? Por que olha, como diz a minha avó, sou quase uma coelha devoradora de folhas verdes e cenouras. As saladas estão sempre presentes à mesa em todas as refeições na minha casa e da minha família. Seja a boa e velha salada de tomate com alface, a maionese ou, até mesmo, aquela invenção com o que tem na geladeira naquele momento.

Uma versão gourmetizada da salada de tomate é a salada grega. Basta adicionar pepino, azeitonas pretas sem sementes, queijo fresco e cebola roxa. Como tempero, gosto de usar sal, limão, pimenta do reino e azeite. Prontinho! Uma saladinha refrescante e cheia de sabor.

Há quem diga que salada é comida de quem está de dieta. Porém, está completamente equivocado. Existem saladas e saladas. Quem faz dieta se restringe às folhas, vegetais de baixo índice glicêmico e pouquíssimos ou, quase nada, de temperos. Que não deixa de ser bom!! Porém, é óbvio que tudo aquilo que é mais “gordinho” tende a ser mais gostoso.

Uma salada fitness que amo é de grão de bico, atum, cenoura ralada e cebola temperado apenas com sal, pimenta do reino, zaatar em pó, limão e salsinha fresca. Uma mistura de texturas e sabores que fica zero se graça, muito pelo contrário, fica xikérrima e deliciosa!

A paixão por saladas é tanta, que mesmo em um restaurante adoro olhar o cardápio de saladas e sempre me apaixono por uma delas. No Outback a minha preferida é a El Ranchito Salad, que inclusive já tentei reproduzir em casa. Trata-se de uma combinação de alface, cenoura, repolho roxo, mix de queijos, bacon e tiras de tortillas crocantes. O toque final fica por conta de um suculento molho estilo barbecue, um pouco mais suave. É de lamber os ‘beiços’.

Sou a doida do arroz com feijão, mas nesse calorão que tem feito por aqui, troco qualquer comida quente por uma saladinha bem refrescante. E foi o que fiz essa semana mesmo. Inventei uma salada com o que tinha na geladeira e, olha, vou te contar, ficou incrível! Utilizei alface americana (minha preferida) picada, azeitonas pretas sem caroço, fatias de mussarela e salame rasgados com as mãos. Temperei com sal, limão, azeite e pimenta preta. Tem como ficar ruim?

Enfim, salada é usar a criatividade. Misturar texturas, ingredientes, temperos e delirar com os sabores. E a receita de hoje é de família. É a salada que mais amamos e sempre fazemos para saborear juntos. Ela é suculenta e, para nós, tem status de prato principal. Bora lá?

Salada Crocante

Salada Crocante

Ingredientes

1 maço de alface picado (de sua preferência)

4 cenouras raladas

4 tomates picados em cubos

1 vidro grande de palmito cortados tanto em cubo ou fatias grossas

1 caixinha de creme de leite

2 colheres de maionese

500g de Bacon

Sal

1/2 Limão

Azeite

Modo de fazer

1 - Molho Branco: junte o creme de leite com a maionese, coloque uma pitada de sal, meio limão e um fio de azeite. Misture tudo com uma colher.

2. Bacon: corte o bacon em cubos e frite-os deixando bem crocante e reserve.

3. Montagem - em uma travessa de vidro faça camadas de alface, acrescente a cenoura ralada, coloque o tomate picado e o palmito, cubra com o molho branco e salpique o bacon frito. Repita mais uma vez o processo e cubra com a batata palha e pedacinhos de bacon.

Boa de Garfo